Artigos Técnicos

A máquina aguenta até à próxima paragem planeada?

A máquina aguenta até à próxima paragem planeada?

A DMC disponibiliza a resposta objetiva à sua questão!

Quando uma máquina, crítica para a produção, evidencia sintomas de avaria, levantam-se uma série de questões, aos seus gestores:

  • Será que a máquina, apesar dos sintomas de anomalia que apresenta, aguenta até à próxima paragem planeada?
  • A taxa de evolução da avaria é lenta ou rápida?
  • Vou correr o risco de a manter em funcionamento, sujeito a uma avaria grave e dispendiosa, que resultará inevitavelmente numa paragem mais prolongada?
  • Ou vou pará-la já e assumo a perda de produção?

Estas questões são banalidades que fazem parte do dia a dia de muitos profissionais de gestão de ativos.

A necessidade de mais informação para responder objetivamente a estas questões

É óbvio que para responder a estas questões, de uma forma objetiva, é necessária mais informação sobre a condição de funcionamento das máquinas, nomeadamente:

  • Os sintomas apresentados correspondem a uma situação normal ou a uma situação extraordinária;
  • Os sintomas apresentados correspondem a uma avaria grave ou não;
  • A taxa de evolução da anomalia é rápida ou lenta;
  • Posso otimizar a operação da máquina para reduzir o risco de avaria;
    • Diminuir o número de arranques e paragens?
    • Reduzir a carga?
    • Mudar a velocidade de rotação
    • Alterar as condições de lubrificação?

A necessidade de informação inteligente, acessível e permanentemente atualizada

Quando a resposta a estas questões é verdadeiramente importante é também necessário que a informação esteja permanentemente acessível de uma forma amigável, ou seja.

  • Existam alarmes gerados automaticamente em caso de alteração significativa das condições de funcionamento;
  • Acesso à informação através de uma App.

Mas o sistema, para responder a estas necessidades, não é complicado e demorado de montar?

Não; hoje em dia não; monta-se em poucas horas. Essencialmente o tempo de transporte para o local.

Os modernos sistemas wireless permitem a montagem de um sistema de monitorização permanente preditivo, com funcionalidades avançadas, de um dia para o outro, de uma forma muito simples.

1) Os sensores são wireless, alimentados a baterias – não há cabos… e são • Exia ⅡCT4Tempo de montagem na máquina: 5 min
2) A ligação da unidade coletora de dados ao servidor é por cartão 4G…sem cabos.Tempo de montagem no local: 5 min
3) O servidor remoto da DMC, já existeTempo de montagem do servidor remoto: Zero
4) A configuração das medidas é feita remotamente antes da instalação físicaTempo de parametrização remota: 1 hora
5) O acesso ao servidor remoto é feito pela WebTempo gasto: Zero
6) E também por AppTempo gasto: Zero
7) A DMC pode apoiar na interpretação de resultados e sugestão de açõesTempo de resposta: nulo

Similar Posts