Ressonância em solo industrial

Ressonância em solo industrial -introdução

Neste artigo apresenta-se como se resolveu um problema de ressonância em solo industrial, com análise de vibrações.

O pavimento de um piso industrial de uma fábrica, junto de dois crivos vibratórios, vibrava com grandes amplitudes, gerando o mau funcionamento das máquinas próximas. Pretendia-se eliminar estas vibrações excessivas.

Ressonância em solo industrial

Ressonância em solo industrial – Vibrações no piso

Para se abordar o problema fez-se em primeiro lugar, com um analisador de vibrações, o levantamento da forma de deformação operacional do piso tendo-se obtido a deformada que se pode ver a seguir.

Ressonância em solo industrial

Pode-se ver que os níveis de vibrações atingiam 25 mm/s RMS, na viga entre o ponto de medida 1 e 8, na direção vertical. O aceitável para este tipo de estrutura é de 10 mm/s.

A frequência da vibração era à frequência de funcionamento dos crivos (16,8 Hz).

Medição de frequência natural do piso

Suspeitando-se de um fenómeno de ressonância , foi-se determinar a frequência natural do piso, no ponto de vibrações máximas, para verificar se coincidia com a frequência de funcionamento dos crivos vibratórios.

Ressonância em solo industrial

Para este efeito pediu-se a um dos presentes para dar alguns pulos de forma a excitar as frequências naturais do piso, na direção vertical.

Neste ensaio determinou-se qua frequência natural era de 16,1 Hz, conforme se pode ver no espetro a seguir apresentado.

Ressonância em solo industrial

Esta frequência é muito próxima da frequência de funcionamento dos crivos (16,8 Hz)

A solução do problema

A solução do problema consistia, portanto, em alterar a frequência natural do piso de forma a não coincidir com a frequência de funcionamento dos crivos. Para isso entendeu-se adequado aumentar a rigidez da viga de suporte do piso na direção vertical.

Ensaio da solução de redução de vibrações

Para testar esta solução da ressonância em solo industrial, foram colocadas colunas verticais adicionais, provisórias, a suportar a viga horizontal de suporte do piso em causa, como se pode ver na fotografia, no teto.

Com esta solução temporária o nível de vibração passou de 25 para 4,5 mm/s RMS

A frequência natural medida com este reforço era de 24 Hz.

Conclusão

A estrutura foi reforçada com colunas definitivas e o os níveis de vibrações foram reduzidos para níveis aceitáveis. O problema de ressonância em solo industrial foi resolvido.

Similar Posts